quarta-feira, 3 de setembro de 2014

" As mãos que doam amor, nunca ficam vazias". —

Um comentário: